quinta-feira, 17 de novembro de 2011

O que é neologismo: Nelly Carvalho

O que é neologismo: Nelly Carvalho
• Coleção Primeiros passos. Brasiliense (1984)

Inicialmente os neologismos eram vistos pelos gramáticos como vícios da linguagem.

(Neologismo = neo (novo/latim) + logos (palavra/grego)

Incorporar os neologismos ao vocabulário revela um sujeito desejoso de estar em sintonia com um mundo no qual as novidades se impõem vertiginosamente.

“As principais fontes de criação e surgimento de novas palavras no século 20 são a ciência e a tecnologia. ”
Ex: vídeo cassete / biogás / euromísseis.

Outras fontes de criação: Tendências políticas e sociais.

“Sempre criar uma palavra é impor um conceito por intermédio de sua representação escrita ou falada. Mais que um ato lingüístico, portanto, a criação é um ato social, uma tentativa de impor uma visão de mundo a uma comunidade.”

O neologismo é uma das provas mais cabais da relação linguagem/sociedade.

• Ainda se pode vislumbrar uma relação passado/futuro ao cotejarmos arcaísmos e neologismos: do monológico gramofone ao estereofônico; do aeroplano lento ultrapassado pelo supersônico; das senhorinhas, recatadas, às gatas, desinibidas e liberais.

OBS: Toda essa evolução, no entanto, não é notada pelos falantes comuns.

Alguns exemplos de neologismos: petista; socialista; desindexação; descartável; arrocho salarial; biopaisagem; cartum; colagem; motocross; windsurf; jornada-nas-estrelas; corta-luz.

• A inserção de um novo vocábulo, inicialmente, compromete a compreensão da mensagem.

A teoria da comunicação trata o neologismo, a princípio, como ruído no canal.

Dos tipos de formação neológicas:

1) Mudança de sentido: maneira mais simples e econômica; chama-se de neologismo conceptual ou semântico.
Ex: Mordomia/ Serviço de mordomo/ Regalia
Bóia fria/ Tipo de refeição/ Quem a usa
Outros: Salários achatados; jogadores amarelados; locomotivas da sociedade; pacote econômico; visual jovem.

2) Neologismo formal: que obedecem às regras de formação do português. Utilizam-se diversos elementos:

a- Prefixos: os mais produtivos refletem problemas sociais.
* Sub: subemprego; subconsumo; subnutrição; etc.
Obs: As primeira e terceira palavras já se encontram dicionarizadas.
* Anti: oposição, conflitos; Anti-Maluf; Anti-Vietnã.
* Mini: muito pequeno; muito produtivo por vivermos na era do minimalismo e das miniaturizações: mini jornal, minicassete.
* Bio: vida; muito produtivo em vista da preocupação com a preservação da espécie: biomassa, biocombustíveis, etc.
* Des: negação ou ação contrária; para refletir perfis políticos ou econômicos de uma época: desdolarização; desestatizar; desinstitucionalizar; etc.

b- Sufixos: mais produtivos (izar/ização ; ismo/ista)
* Revelam igualmente ideologias: lulismo, petista.

c- Composição: empréstimo-jumbo; petrodólar, etc.

d- Redução: apê; pornô; moto; loteca; multi, etc.

e- Siglas: vip; ovni; ibope etc.

f- Estrangeirismos: mixagem; jingle; status; vídeo, etc.

• Neologismo na literatura – “Toda vez em que um artista quer se expressar e não encontra palavras, lança mão da sua criatividade e das possibilidades do sistema lingüístico, dando vida a uma forma, que estava em potencial.”


Exemplos do Mia Couto:

Curiosidade: Camões – mundo; estupendo; crepitante; indômito; láctea; ebúrneo.

• No meio técnico, tende a haver uma universalização dos neologismos. Em geral os novos termos do meio técnico são criados a partir de radicais gregos e latinos, pela falta de termos específicos nas línguas naturais. Um exemplo é a palavra televisão, “idêntica” em português, francês e inglês.
Há uma instituição encarregada por esses novos termos, com sede no Canadá: Grupo interdisciplinar de pesquisa científica e aplicações em terminologia.

• OBS: A entrada de uma nova palavra no idioma pode revelar a supremacia tecnológica de uma nação sobre as outras: vídeo-game, i-pod, on-line, nobreak, gigabyte, firewall, cracker.
Isso tudo depende do grau de aceitação de uma comunidade de falantes da nova palavra. No português do Brasil, há uma tendência a aceitação dos padrões fonéticos e morfológicos da língua estrangeira:
aids = sida
mouse = rato
OBS: O mundo gastronômico também tem das suas: Croissant, escargot, champgnon

• Siglas que se nominalizaram:
a- Ibope: Inst. bras. De opinião, pesquisa e estatísticas
b- Radar: Radio detecting and Racing (PL. radars)
c- Laser: Light Amplification by stimmulate emission of radiation

Nelly Carvalho identifica um tipo de siglagem que ela chama de “marota”, pois o conhecimento ou desconhecimento de algumas delas resulta em “castas”.

3) Neologismos populares ou gírias: o termo gíria tem origem espanhola “geringonza”, que se aportuguesou como “geringonça”, objeto complicado.
As gerias se caracterizam por um modismo que logo cai em desuso; em geral estão ligadas a grupos específicos de falantes.
Sugestão: Talvez seja possível dividir as gírias em conceptual ou formal:
João dançou na prova de geo./ A TV faz a cabeça./ O menino caiu na real./ Os alunos estão por cima da carne seca.
Catimbado; mutreteiro; rabuda; sapatão; trambicagem; salafrice

Nelly Carvalho incluiu o calão e o jargão como casos de gírias.

4) Neologismos por adoção ou empréstimos: os empréstimos apresentam duas fases: na 1ª o termo é usado em sua forma original; na 2ª o termo se adéqua às coerções da língua à qual foi emprestado.
Se a palavra não se altera, temos os xenismos: skate, show, shopping, gay, etc.


OBS: O movimento purista viu nos empréstimos um caso de barbarismo (de bárbaro, estranho)

convescote x pic-nic
lundâmbulo x turista
preconício x reclame
lucivelo x abajur
ludopédio x futebol


Se essas substituições parecem absurdas, outras ocorreram com absoluta naturalidade:

Back x zagueiro
Center-forward x centro- avante
Half x meia
Cornner x escanteio

• O principal veículo de divulgação de neologismos é o jornal.

Exemplos:
“À tarde cinemei, e à noite eu, papai e mamãe teatramos...” (Millôr Fernandes)
“Floresta, município pernambucano, teve dinheirama liberada para uma mandiocalização total.”
“A democracia é apenas drumonianamente uma fotografia na parede; mas como dói.”
“Japão dispõe de área agriculturável.”
“Nasci no Engenho Verde-Nasce; então não nasci, mas verde-nasci, e verde-nascendo.”
“O sofrimento do povo é uma sofrência, misto de sofrimento e paciência.”

• Casos de Oneomínia: (Onéo/Comprar)

Nescafé = nestlé + café
Palmolive = palma + oliva
Pinhosol = pinho + sol
Bombril = bom + brilho

Exercícios

1. Lê com atenção o seguinte texto:

No subúrbio de Lisboa houve um encontro nacional de vários desportos, entre os quais se destacaram: o andebol, o basebol, o basquetebol, o futebol, hóquei e o voleibol. Os jogadores destas modalidades fizeram um teste anti–doping. Para além disso, estes jogos foram transmitidos pelo canal Eurofutebol. O jogo de basquetebol decorreu ao som do hip hop, os jogadores de futebol eram verdadeiros fintabolistas profissionais e o jogo de hóquei provocou vários hematombos e traupartidos. No fim deste encontro todos os jogadores transpiexpiravam e para repor as energias foram ao shopping da zona comer um hot–dog. À noite, a organização do encontro ofereceu bilhetes aos jogadores para uma rave party, que iria passar house music.

1.1. Preenche a tabela retirando do texto as palavras:

a) que te parecem importadas de outra língua, não sofrendo alterações (estrangeirismo);
b) que sofreram, na língua portuguesa, um processo de adaptação a nível da grafia ou da pronúncia (empréstimo);
c) que consideras novas ou adaptadas de palavras já existentes (neologismo).

Estrangeirismos Empréstimos Neologismos







2. Repara no seguinte exemplo:

O meu hobby preferido é fazer natação.
O meu passatempo preferido é fazer natação.

2.1. Como pudeste verificar o estrangeirismo foi substituído por uma palavra portuguesa. Tendo em conta este exemplo, reescreve as seguintes frases:

a) Tens que utilizar uma password para aceder ao programa.
____________________________________

b) O staff da minha empresa é muito competente.
_____________________________________

c) Hoje, a Luísa foi a um casting.
_____________________________________

d) Este produto tem um bom slogan.
_____________________________________

3. Completa as seguintes frases com as palavras que te são dadas:

Paparazzi; performance; bluff; skinhead, stock; check up; check in

a) O António fez ____________ no jogo de cartas.

b) Amanhã vou fazer um ____________ de rotina para ficar mais descansada.

c) No jornal informaram que dois jovens foram incomodados por um indivíduo que pertencia a um grupo______________ .

d) Tenho que chegar ao aeroporto duas horas mais cedo para fazer o ____________.

e) A loja de discos tem pouco _________ .

f) Adorei a ____________ do actor principal da peça de teatro.

g) Os actores de Hollywood normalmente são perseguidos pelos ________________.

Nenhum comentário:

Postar um comentário